COP-18

Cop18

 

COP-18

Ministra diz que Protocolo de Quioto é mais do que um documento

Data: 12/12/2012

Por: Redação TN / MMA


A 18ª Conferência das Partes (COP 18) da Organização das Nações Unidas terminou na noite de sábado, 8 de dezembro, em Doha, no Qatar, com o a renovação do compromisso do Protocolo de Quioto. A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, destacou, em seu discurso de encerramento, que esse foi um resultado histórico. “O Protocolo de Quioto é mais do que um documento, ele expressa a convicção de que a mudança climática exige uma ação multilateral, a abordagem baseada em regras. O Protocolo de Quioto é o padrão de integridade ambiental”, afirmou a ministra. O Brasil exerceu importante papel para esse resultado e foi elogiado por vários países por seu desempenho nas negociações.

COP-18

Impasse entre nações é ameaça à segurança climática global

Data: 12/12/2012

Por: Redação TN / Conservação Internacional


Após duas semanas de negociações improdutivas na 18ª Conferência das Partes (COP-18) da Convenção Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (UNFCCC, na sigla em inglês), no Qatar, período no qual ocorreram duas tempestades históricas em regiões opostas do planeta – com grande número de pessoas impactadas - a Conservação Internacional (CI) expressa sua profunda decepção com o fracasso do encontro. Os líderes mundiais falharam ao não conseguir agir com a urgência e a responsabilidade devidas para tratar, na escala necessária, sobre a cooperação, o compromisso e o investimento exigido pelas ameaças das mudanças climáticas.

COP-18

Conferência do Clima estende Protocolo de Quioto até 2020

Data: 10/12/2012

Por: Redação TN / Fabiano Ávila, Instituto CarbonoBrasil / MMA


Depois de se prolongar por 24 horas a mais do que o esperado, terminou no último sábado (8/12) a 18ª Conferência das Partes das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP-18), apresentando resultados pouco expressivos. Ninguém tinha grandes expectativas para a COP-18, realizada na cidade de Doha, no Catar, e o evento acabou realmente sem nenhum destaque inesperado. A principal decisão concreta terminou sendo a já esperada extensão do Protocolo de Quioto para 2020, e mesmo isso veio depois de negociações muito arrastadas.

COP-18

Clima quente na conferência em Doha

Data: 07/12/2012

Por: Redação TN / Stephen Leahy, IPS


As conversações climáticas da Organização das Nações Unidas (ONU) estavam, ontem, à beira do colapso, segundo uma coalizão da sociedade civil e representantes de metade dos países do mundo. Uma vez mais, as nações ricas não estão colocando nada na mesa, isto é, maiores reduções de suas emissões contaminantes e maior apoio financeiro para os países pobres, disse Celine Charveriat, diretora de lobby e campanhas da Oxfam Internacional.

COP-18

Muitas questões para serem resolvidas em 24h

Data: 07/12/2012

Por: Redação TN / Fabiano Ávila, CarbonoBrasil

 

A menos que os negociadores adotem uma inesperada boa vontade nas próximas horas, a Conferência do Clima de Doha terminará com resultados pífios. Faltam poucas horas para o final da 18ª Conferência das Partes das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, que durou duas semanas na cidade de Doha no Catar, e apesar de alguns países europeus terem disponibilizado novas verbas para ações de adaptação e mitigação e de avanços com relação ao Protocolo de Quioto, o resultado que se projeta para o evento é bastante fraco. Durante toda a COP-18 a questão do financiamento foi a responsável por travar as negociações, sendo que os países mais ricos adotaram um discurso de que por causa da crise econômica mundial pouco poderiam se comprometer.

COP-18

Edição especial da Climate and Development disponível para download

Data: 06/12/2012

Redação TN / Agência FAPESP


A edição especial da revista Climate and Development, intitulada International Mechanisms for Linking Development and Climate Policies, está disponível para download gratuito esta semana, por conta da Conferência das Nações Unidas para Mudanças Climáticas (COP-18), que termina no dia 7 de dezembro em Doha, Qatar. A edição, que pode ser acessada em www.tandfonline.com/toc/tcld20/4/3, destaca duas posições emergentes no debate sobre mudanças climáticas globais: a noção de que a ação com relação às mudanças climáticas pode ser direcionada por outras prioridades do desenvolvimento e o crescente ceticismo a respeito da capacidade de a Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas promover políticas climáticas efetivas.

COP-18

Clima de incerteza marca Conferência das Nações Unidas para Mudanças Climáticas

Data: 04/12/2012

Por: Redação TN / Carolina Gonçalves, Agência Brasil


A insegurança em torno dos resultados da 18ª Conferência das Nações Unidas para Mudanças Climáticas (COP18) marcou o início da semana definitiva do encontro que ocorre em Doha, capital do Catar, desde o último dia 26. Ontem (3/12), ministros e autoridades de quase 200 países começaram a chegar à cidade para concluir as negociações, até então travadas por técnicos e especialistas que tentaram estipular os compromissos que cada nação terá de assumir para reduzir os impactos provocados pelo aquecimento global.

COP-18

Adolescentes norte-americanos fazem manifestação em Doha

Data: 04/12/2012

Por: Redação TN / Carolina Gonçalves, Agência Brasil


A seca no Sul dos Estados Unidos, o registro de furacões como o Sandy e outros problemas provocados por fenômenos semelhantes na costa da Flórida foram lembrados por um grupo de adolescentes americanos durante manifestação que abriu a semana da reunião de alto nível da 18ª Conferência das Nações Unidas para Mudanças Climáticas (COP18) em Doha, capital do Catar. Com o objetivo de pressionar os negociadores americanos que estão participando do encontro, o grupo coordenado por uma organização não governamental norte-americana exibiu faixas e cartazes cobrando as promessas do presidente reeleito Barack Obama.

COP-18

Estados Unidos estabelecem condições para novo acordo climático

Data: 04/12/2012

Por: Redação TN / Fabiano Ávila, CarbonoBrasil

 


Uma das razões pelas quais os Estados Unidos jamais gostaram do Protocolo de Quioto é o fato de que o tratado não obriga as nações em desenvolvimento a possuir metas. Assim, na visão norte-americana, Quioto é prejudicial para a economia dos países ricos por colocar suas empresas em uma situação de desvantagem em relação a companhias chinesas, indianas e brasileiras. Este é um ‘erro’ que os EUA não vão deixar acontecer no próximo acordo climático global, que é uma das discussões chave na Conferência do Clima de Doha (COP-18), que termina esta semana, no Catar.

COP-18

A luta por financiamento climático

Data: 03/12/2012

Por: Redação TN / Stephen Leahy, IPS


O Fundo Verde para o Clima, destinado a ajudar os países pobres a enfrentar a mudança climática, pode ter um orçamento maior do que o do Banco Mundial. Contudo, agora está vazio. Não há compromissos financeiros para alimentá-lo, embora o Fundo deva começar a entregar dinheiro em 2013.“As finanças estão no centro das negociações”, disse ao Terramérica o assessor de políticas sobre mudança climática da Oxfam International, Timothy Gore, que participa da 18ª Conferência das Partes (COP 18) da Convenção Marco das Nações Unidas sobre Mudança Climática, que acontece na capital do Catar até o dia 7.



Caderno de Sustentabilidade



Caderno de Sustentabilidade

Download

Twitter-logo Siga no Twitter!

Facebook_icon Siga no Facebook!

Busca:









Parceiros