Entrevistas

 

Brasil vai passar de país de commodities a exportador de inovação, diz ministro

Celso Pansera

Data: 14/01/2016

Por: Redação TN / Maiana Diniz, Agência Brasil

Sancionado no início desta semana, o novo Marco Legal da Ciência, Tecnologia e Inovação cria novas regras para estimular o avanço da produção científica no Brasil. A legislação tem grande aceitação dos setores público e privado e foi construída a partir de consultas à comunidade acadêmica e ao empresariado. Entre outras mudanças, o Projeto de Lei Complementar 77/2015 facilita a compra de equipamentos e materiais usados para pesquisas, ao liberar da burocracia da Lei de Licitações as compras de até R$ 300 mil. O texto também passa de 240 para 416 o número de horas que os pesquisadores das universidades públicas podem destinar a projetos de pesquisa com garantia de progressão na carreira, além de facilitar as parcerias entre universidades e empresas.

OMS irá avaliar impacto na saúde de políticas públicas voltadas à redução de poluição

Carlos Dora

Data: 04/12/2015

Por: Redação TN / Elton Alisson, Agência FAPESP

As estimativas existentes hoje de impactos econômicos da poluição na saúde da população das cidades são pouco tangíveis, avalia o epidemiologista brasileiro Carlos Francisco Dora, coordenador de saúde pública e meio ambiente da Organização Mundial de Saúde (OMS). A fim de poder avaliar com maior precisão os reais benefícios da implementação de políticas públicas voltadas à redução da poluição na saúde em diferentes cidades no mundo, e poder instrumentalizar a sociedade civil com esse tipo de informação, a instituição está desenvolvendo um sistema de monitoramento com enfoque local, contou Dora nesta entrevista concedida à Agência FAPESP durante a 21ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP-21), que ocorre até o próximo dia 11/12 em Paris.

Subprocuradora diz que houve negligência e omissão da Samarco em Mariana

Sandra Cureau

Data: 04/12/2015

Por: Redação TN / Maiana Diniz, Agência Brasil 

As causas e os impactos do rompimento da barragem de rejeitos de mineração da Samarco, empresa controlada pela Vale e pela BHP Bilinton, em Mariana (MG) ainda estão sendo investigados. A subprocuradora-geral da República, Sandra Cureau, afirma que já é possível dizer que houve “negligência e omissão” da empresa no caso. A coordenadora da Câmara de Meio Ambiente e Patrimônio Cultural do Ministério Público Federal disse que há vários indícios de descuido, como a falta de um plano de contingência e de controle técnico sobre o volume que a barragem de rejeitos suportava. 

Como a inovação e a sustentabilidade podem ajudar uma marca e o mundo

KoAnn Vikoren Skrzyniarz

Data: 04/08/2015

Por: Redação TN / Caminhos para o Futuro

Qual a maior inovação para o mundo dos negócios no século 21? Para KoAnn Vikoren Skrzyniarz, fundadora e CEO da Sustainable Brands, a grande virada das empresas é aprenderem a incluir questões ambientais e sucessos dentro de sua margem de sucesso. Foi pensando nisso que ela criou, em 2006, um evento que roda diversas cidades do mundo  com painéis e plenárias que discutem a sustentabilidade dentro de corporações (de startups a gigantes do mercado). A edição brasileira acontece no Rio de Janeiro, de 25 a 27 de agosto.

Proposta do Brasil em Paris vai ser ruim

Eduardo Viola

Data: 13/07/2015

Por: Redação TN / Claudio Angelo, Observatório do Clima

Não há clima no Brasil para ousadia no clima. As múltiplas crises que o país atravessa, somadas a uma “visão muito atrasada do desenvolvimento” da presidente Dilma Rousseff, praticamente eliminam a possibilidade de adoção, pelo governo, de um compromisso significativo de redução de emissões na conferência de Paris (COP-21). A opinião é do cientista político Eduardo Viola, 66, o principal analista de mudança climática e relações internacionais em atividade no Brasil.

Crise hídrica e falta de governança: sintomas de um problema crônico do Brasil

Eduardo Assad

Data: 10/03/2015

Por: Redação TN / IHU On-Line

A resolução da crise hídrica de São Paulo depende, estruturalmente, de um projeto de revegetação dos 34 mil hectares desmatados em torno do Sistema Cantareira, defende Eduardo Assad, pesquisador da Embrapa. Segundo ele, cálculos baseados em estudos científicos apontam para a necessidade de plantar em média 800 mudas de árvores por hectare, totalizando 30 milhões de mudas em torno da Cantareira. “Se fizer a regeneração com novas mudas, a água volta em cinco anos”, garante, em entrevista concedida à IHU On-Line por telefone.

Edson Tomaz

Pirólise a tambor rotativo: entenda melhor a tecnologia

Data: 05/02/2015

Por: Redação TN / Juliana Ewers, Inovação Unicamp

A pirólise apresenta um grande potencial no tratamento de resíduos. Trata-se de um processo térmico, de impacto ambiental bem menor do que a incineração. Confira a entrevista com o professor Edson Tomaz, da Faculdade de Engenharia Química da Unicamp, sobre a tecnologia para de Pirólise a tambor rotativo.

Telma Monteiro

Crise energética: governo federal segue amarrado aos velhos modelos de geração de energia

Data: 29/01/2015

Por: Redação TN / Ricardo Machado e João Vitor Santos, IHU On-Line

“O mundo já saiu na frente, buscando as alternativas para a questão da diversificação de fontes genuinamente limpas para gerar energia elétrica. E o Brasil? Não saiu do lugar”, diz a especialista em análise de processos de licenciamento ambiental, Telma Monteiro. Na mesma proporção que cresce o risco de um apagão no país, o governo federal se agarra à velha política energética: se há risco de faltar energia, constrói-se mais hidrelétrica. Na prática, não se percebe um aumento substancial de energia nos sistema para atender a demanda que cresce a cada ano. E os impactos das novas hidrelétricas é negativo, velho e conhecido, pago apenas pelas comunidades vizinhas aos empreendimentos – e que ainda assim também são assombrados pelo fantasma do apagão. É a ponta de um modelo em que privilegia apenas grandes consumidores, com o engodo de manter a economia acesa, como destaca Telma Monteiro.

Izabela Teixeira

E o “verde”, como fica?

Data: 06/01/2015

Por: Redação TN / André Trigueiro, Mercado Ético

Nesta entrevista, Izabella Teixeira revela em que momento foi chamada para permanecer no Ministério do Meio Ambiente, quais as prioridades acertadas com a presidente Dilma para os próximos quatro anos, suas expectativas em relação aos novos colegas de primeiro escalão – especialmente Kátia Abreu e Aldo Rebelo – e como vem recebendo as críticas dirigidas a ela pelo movimento ambientalista.

Ricardo Baitelo

COP-20: Tensão e conflito de interesses marcam Conferência do Clima

Data: 12/12/2014

Por: Redação TN / IHU On-Line


“As maiores notícias da COP vieram antes e, nesse sentido, o acordo entre Estados Unidos e China foi a grande notícia, mas que dificilmente será debatida aqui”, avalia o Doutor em Planejmento Integrado de Recursos (Poli-USP) e coordenador de Clima e Energia do Greenpeace Brasil, Ricardo Baitelo. A principal tensão entre os 190 países que participam da COP-20 é chegar a um acordo acerca do ano em que as nações irão se comprometer com as metas de redução de CO², diz por telefone Ricardo Baitelo, que representa o Greenpeace na Conferência do Clima, em Lima.



Caderno de Sustentabilidade



Caderno de Sustentabilidade

Download

Twitter-logo Siga no Twitter!

Facebook_icon Siga no Facebook!

Busca:









Parceiros